O benzenismo não pode ser esquecido

Na semana de luta contra as ações do benzeno na saúde dos trabalhadores, que começou na segunda (05) com o Dia Nacional de Luta contra a Exposição ao Benzeno, é importante frisarmos a importância da Comissão Nacional Permanente de Benzeno (CNPBz) na história de combate aos efeitos da substância entre os trabalhadores.

Bolsonaro extinguiu a CNPBz

A Comissão foi formada há 20 anos e tornou-se referência em pesquisas e discussões para o estabelecimento de regras de segurança e foi a responsável pela criação do Acordo Nacional do Benzeno em dezembro de 1995. Em agosto de 2019, Bolsonaro extinguiu a CNPBz através da portaria 972, junto com outras tantas comissões que atuavam no Brasil em favor da sociedade.

Benzeno e coronavírus

Apesar da extinção, a bancada de trabalhadores da CNPBz se reuniu e editou um boletim para este mês de outubro, marcando o Dia Nacional. Eles principalmente alertam para os casos de COVID-19 em trabalhadores que por terem sido expostos a agentes nocivos à saúde podem apresentar maiores problemas durante o desenvolvimento da COVID-19. E criticaram a ausência de um plano de ação nacional por parte do governo federal com medidas embasadas em conhecimento científico e dentro de organizações que se mantiveram trabalhando como atividade essencial.

O Sindipetro-RJ se solidariza com todos os familiares de vítimas de doenças causadas pelo benzeno e segue na luta pela saúde dos petroleiros.

Comente com o facebook
Compartilhe:
Tags:
,